FMI elogia o Brasil

Postado por Projeto 2042 segunda-feira, 28 de setembro de 2009


Anos atrás o Brasil era visto com desconfiança. Todo mundo tinha o maior receio de investir no Brasil. Só era viável, pois a taxa de juros aqui era muito alta, e ainda é. De uns tempos pra cá o Brasil vem ganhando prestigio e mais reconhecimento, o poder de consumo do brasileiro vem aumentando, ainda que seja pouco. Mas ainda sim o FMI torcia o nariz quando o Banco Central Brasileiro dizia que o PIB brasileiro cresceria 2% em 2009. Já para o FMI o Brasil  ia ter uma retração e que o EUA ia ficar estável. Já nos dias de hoje quanta diferença.

“O Brasil está liderando a retomada do crescimento na América Latina, graças à força da sua economia, a solidez de seus bancos e as políticas econômicas que foram adotadas para enfrentar a crise. O país vinha implementando boas políticas como o câmbio flutuante, a responsabilidade fiscal e algum controle da inflação”, justificou Murilo Portugal, dirigente do FMI.

Pelas projeções do FMI e que também vão estar no próximo relatório, conforme adiantou, esse organismo reviu as previsões de crescimento da economia mundial que deve atingir 3%, no ano que vem, taxa acima da previsão anterior (2,5%). Na previsão dele, o Brasil está em condições mais favoráveis do que o resto do mundo para reagir aos efeitos da crise. “Acho que o Brasil no ano que vem vai crescer mais rápido e mais forte do que a economia mundial”.

Eu fico me perguntando porque toda essa mudança de olhares. Será que é porque os países emergentes passarão a ter mais influência de votos no FMI, com a transferência de 5% das cotas junto a esse organismo?

Não estou aqui de forma nenhuma enaltecendo a política econômica brasileira. É claro que ela tem seu valor, mas pra mim ainda está longe do ideal.(mesmo não sendo um especialista). Mas com isso eu queria mostrar que só tem duas explicações para essa mudança do FMI. Ou esses relatórios são mais políticos do que técnicos ou a porcentagem de erro deles é muito alta.
Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

0 Comentários

Postar um comentário

Posts Recentes